domingo, 18 de janeiro de 2009

Os últimos serão os primeiros

Esta célebre frase muitas vezes nos leva a refletir se não seria hipocrisia levada por uma demagogia.

Como já havia antecipado anteriormente hoje foi dia de corrida aqui em casa e o debut de meu marido Ricardo em corridas, tudo muito audacioso, pois o inscrevemos para os 10Km, já que as inscrições para a caminhada de 5 km já tinham sido encerradas. Esta é a minha 6ª corrida, sendo a 3ª de 10Km.

Para nós foi um acontecimento, já que a 1 ano e meio atrás o Ricardo iniciou uma mudança radical em sua vida: se submeteu a uma cirurgia de redução de estômago estando nesta época com 158Kg.

Hoje com 50 Kg a menos, tivemos uma nova vitória, concluímos juntos 10Km em comemoração ao aniversário de Santo Amaro.

Fizemos aquecimento, alongamento e lá fomos nós, inicialmente trotando, ao término de 2,5km o Ri começou a ter falta de ar, como tem histórico de asma que algum tempo não se manifestava, perguntei se não queria partir para a caminhada, ele falou que sim, só que determinado disse: Nós caminharemos os 10 Km.

Confesso que a sensação de ver todos nos passando foi difícil, as pessoas que passavam por nós já retornando nos davam forças, mas olhar para trás e não ver mais ninguém é FOGO. Meu marido é muito espirituoso, passavam algumas pessoas e falavam: Não desistam, não...os últimos serão os primeiros.

Aí ele começou a brincar:

- Serão os primeiros a que¿ (e se matava de ri)
- Seremos os primeiros a ver o recolhimento dos cavaletes.
- Os primeiros a ver a feira ser montada no dia seguinte.
- Os primeiros a ver o sol se por.

Entre outras que não me lembro agora. Ele insistia para que eu fosse correndo, mas eu insisti para acompanha-lo, em alguns momentos dava uma trotada, até para desafia-lo a testar seus limites.

Não esqueço quando passou uma moça por nós e disse, não desistam não, ainda tem um lá atrás, olhávamos e não víamos ninguém, acreditávamos que ela tinha falado aquilo só para nos animar...

Até que passado algum tempo, um retardatário passa por nós a todo vapor (pelo pique acredito que estivesse atrasado).

Fomos acompanhados por moto de apoio, passamos pelo controle dos 5 Km e à partir daí fomos acompanhados pela ambulância e por uma viatura da guarda municipal.

Foi muito engraçado estávamos nos sentindo muito importantes(rsrsrsrsrsrs), não vejo a hora de ver as fotos com ambulância ao fundo (ríamos muito).

Estes foram os R$ 15,00, mais bem gastos de nossas vidas:

1º Por que o meu marido me surpreendeu, se superou e o mais lindo de tudo é que sei que fez isso por ele, po mim e por nossas filhas.

2º Por que, você ser acompanhado 5km por uma ambulância e uma viatura da guarda municipal (cada um com no mínimo 2 funcionários), já pensaram na relação hora homem trabalho¿.

Rimos muito e conseguimos.
Literalmente fomos os últimos, mas também os primeiros.

5 comentários:

Cláudia Donelate disse...

Oi, Giselle! Tenham certeza que juntos vão conseguir atingir os seus objetivos. Muitos de nós corredores amadoras já chegamos a pesar quase 100Kg. Eu cheguei a 94Kg e com 10 kg mais magra decidi começar a correr...Literalmente como o nome do Blog da nossa amiga Fabiana, A corrida mudou minha vida!!! A minha primeira corrida eu quase morri no Aterro, os amigos voltaram para me dar apoio e conclui meus 10Km com muita dificuldade em 1:24m. Correndo emagreci 31 kg e não paro mais, meu record em 10 Kg foi 57 min... E esse ano farei minha primeira Maratona. Então, siga os kms em frente.
Correr atrás de um ideal e não desistir enquanto não conseguir é meu objetivo. O ideal de manter uma vida saúdavel, o que a corrida nos proporciona e praticamente de graça.

Abraços

Carlos Lopes disse...

Ola Giselle.

Na minha opinião, força de vontade, dedicação e muito espírito de sacrifício, conseguimos superar muitas barreiras. No meu caso não posso me queixar, sempre fui magro ( 62 ). Mas tenho alguns amigos que começaram a correr devido ao peso. quem teve foça, hoje é atleta, quem não teve força, continua com o mesmo peso e a chegada de algumas doenças. Esqueci, parabéns pela prova.. Bons treinos

Fábio Namiuti disse...

Olá, Gisele.

Parabéns a você e ao Ricardo pela participação na prova e pelo bom humor com que encararam o desafio e a situação. Já passei por uma experiência semelhante: fiz uma prova "de montanha" de 31 Km com apenas 33 participantes, a maioria grandes feras. Com isso, acabei ficando em último lugar, sendo acompanhado durante praticamente três horas pela ambulância. A sensação de ter completado um desafio tão difícil quanto foi este, no entanto, superou e muito qualquer frustração que pudesse existir pelo resultado final.

Tenham perseverança, continuem insistindo. Além de ótimos relatos como este, certamente vamos acompanhar resultados muito melhores e grandes conquistas, sempre com muita saúde e qualidade de vida para vocês.

Boa semana !

Fábio
http://fabionamiuti.hd1.com.br

Eu sou... disse...

Parabéns!!!!
Vc e seu marido vão longe, e vão longe pq estão juntos!
O apoio é mais que fundamental!!!

Adorei a história, já linkei seu blog no meu blog viu!!!

grande beijo!

Passe sempre no www.eutenhopes.blogspot.com
vc é muito bem vinda!

Abraços ao seu marido

Mariana Pelozio

André Cruz - Xampa disse...

ótima historia !!! parabens aos dois!