terça-feira, 18 de março de 2014

Experiência incrível - 25Km São Cristovão - Aracaju

Hoje eu me superei!!! Aniversário da princesinha do Nordeste - Aracaju e como de costume em comemoração, aconteceu a corrida que sai da antiga capital do Estado de Sergipe São Cristovão, até a atual capital Aracaju, perfazendo um total de 25 Km.

 









Fui ousada, não sei se estava tão preparada como deveria, mas como eu me desafiei e também me desafiaram, tive que concluir a prova.

Fui de carro até a Praça do Mini Golf e de lá peguei um ônibus fornecido pela organização da prova às 13:30hs. Nesse ônibus além dos atletas, estava o pessoal do staff, eles iam ficando pelo caminho nos postos de hidratação. Observei bem o trajeto e fiquei pensando... Putz tô ferrada... muita subida e muita descida. Pensei comigo: Ferrou!!!!O que eu estou fazendo?

Chegando em São Cristovão estava chovendo... e já tinha um pessoal concentrado, aquecendo, confraternizando, conversando. Minha amiga Márcia Vieira estava lá para ser apoio a seu pai que é corredor de carteirinha e de lambuja dar apoio a essa que vos fala.

Descobri que havia esquecido meu Prolong (herbalife), saímos procurando um lugar que vendesse isotônico, mas não achamos, aproveitei para dar dica para os comerciantes, eles poderiam se preparar para receber os atletas com produtos específicos e de quebra ganhar um dinheirinho extra. Falei que se eles não fizerem ano que vem que iria virar concorrente deles. kkkkk

Alonguei, aqueci, comi cocada para dar energia, bebi água, fui ao banheiro 02 vezes, até chegar a hora fatídica.

Coloquei o chip errado no tênis e o pai da Márcia me ajudou a arrumar.

A energia da largada foi muito boa, como não era feriado em São Cristovão o comércio, as escolas, os postos de saúde estavam funcionando e as pessoas saíam para nos prestigiar e nos transmitir energia. Crianças uniformizadas nos aplaudindo em frente a duas escolas, foi o que mais me emocionou.

No primeiro quilômetro mesmo, já comecei a me perguntar...meu Deus!!!O que eu vim fazer nessa prova? Puxei demais e comecei a ficar com falta de ar, aí dei uma reduzida e fui embora. Nesse ínterim, eis que um senhorzinho que estava atrás de mim diz: - Você vai ser minha referência. Eu digo: - Ai que responsabilidade, não sei nem se vou chegar muito longe. Mal sabia ele que essa fala, seria crucial para que eu seguisse adiante.

Durante a prova vamos tendo como referências algumas pessoas, assim nos baseamos na nossa velocidade, evolução e etc. Me diverti muuuuito....Durante todo o trajeto tinham moradores, acampados: na BR, nas ruas, apenas esperando a gente passar, tocando nossas mãos e nos transmitindo energia e alegria.

GENTEEEEEE!  Cada subida!!!!! Sinceramente não sei como consegui!

Passavam ciclistas e eu gritava: - Por que a gente não é como bicicleta e tem marcha para ajustar na subida!? kkkkk

Depois quando estava começando uma subida muito íngreme eu gritava pra quem já estava lá em cima: Joga a corda!!!!

A minha salvação e que me deu um pique bom foi o posto de hidratação com água de coco, acho que no quilometro 12. SANTA água de coco... Peguei duas garrafas e consegui dar um gás legal!

Conheci várias pessoas, pena não dar para trocar telefone, e´mail e etc durante o trajeto né? Uma moça de Brasília correu um bom pedaço comigo, ela veio tão preparada que tinha até lanterna na cabeça (eu não pensei nisso kkkk).

Eu gritava para a mulherada na BR quando nos aplaudiam, batia nas mãos das crianças estendidas pelo caminho. Ouvia coisas estranhadas, coisas engraçadas, pessoas gritavam dos ônibus, carros, uma loucura!

Aí encontrei a Edina... No final corremos juntas faltavam 9Km, e mesmo assim entre uma caminhada e trotada deu para me contar a sua história e como começou a correr. A Edina tem 50 anos, por causa de uma traição entrou em depressão, engordou e sua filha a introduziu nas corridas de rua, de lá pra cá ela não parou mais. Essa foi a sua 3ª corrida de São Cristovão-Aracaju - detalhe ela está se recuperando de cirurgias que fez recentemente. Que mulher forte e guerreira...

No meio do caminho dei minha água de coco para um vovozinho que não parou nenhum momento, mas estava perdendo o gás.

Nos 8 km finais a Márcia minha apoiadora me achou, ela já tinha apoiado o pai e voltou pra me ajudar (Santa Márcia, muito obrigada) e me acompanhou até o fim! Me deu barrinha de cereal, mais água de coco e principalmente força psicológica.

Os postos de hidratação estavam excelentes, com exceção do último, que eu vi de longe o pessoal (umas 20 pessoas) guardando a água e gritei: água!!!!!. Já não tinha mais força pra nada e ninguém me deu água, eu não ia parar, tinha que continuar. Nessa hora fiquei com raiva, sabia que tinham idosos vindo atrás e pessoas que precisavam de água... como assim não estavam mais servindo água? Nessa hora meu coração e a respiração pareciam que iam entrar em colapso, pois não estavam mais em sintonia, mas consegui me acalmar e continuar... até o fim a Márcia (aquela Santa ajudadora) foi me incentivando. Eu perguntava a toda hora, falta quanto Márcia? E ela dizia: - Tá chegando...

Minha maior preocupação o tempo todo, era ter que voltar no carro de apoio, já que o limite da prova era de 03h30minhs, mas eu consegui concluir a prova em 03h03minhs.

Pra você que já é atleta, que tem tempos bem inferiores, talvez esteja pensando: - Mas o que ela tá comemorando?

Eu comemoro ter superado o meu objetivo que era concluir essa prova;
Eu comemoro ter concluído uma prova de 25 km pela primeira vez, mesmo só tendo treinado 02 meses para isso;
Eu comemoro ter a esperança em mim mesma renovada, lembrando que: Se eu quero, eu posso, eu consigo;
Eu comemoro ter dado uma reviravolta na minha vida de Novembro/2013 pra cá e isso estar me fazendo muito bem
Eu comemoro o aniversário da cidade que já me acolhe a 4 anos
Eu comemoro os amigos que aqui fiz
Eu comemoro estar FELIZ.

Quando cheguei em casa tive ataques de risos, acho que foram as endorfinas que me deixaram doidona!!!!KKKKKKKKKKKKKKKKK

10 comentários:

Danilo Macedo disse...

Tenho certeza que foi uma vitória enorme, quem não acompanha o dia a dia dos treinos pode até achar que foi apenas mais uma prova, porém acompanhei alguns dos treinos de perto e sei que não foi fácil superar alguns desafios, mas também sei que ai mora uma mulher guerreira , super capaz e que não aceita não como resposta. Parabéns pela conquista e espero que nas próximas possamos esta juntos!

ALEX disse...

MUITO BOM. LI ATÉ O FINAL E VOU COLOCAR NO MEU BLOG. OTIMO RELATO. VOU PASSAR PARA MINHA ESPOSA LER. FIZ PELA 11 VEZ E É LEGAL LER PARA REVIVER ESTAS EMOÇÕES DE ESTREIA.

Natercia Medrado disse...

Encantada com seu relato, espero em muito breve nos encontrar numa dessas festas da saúde. Costumo chamar assim as corridas. Beijos endorfinados.

Gisele disse...

Que bom que você gostou Natercia...Gostei do nome que você deu para as corridas. Festa da saíude, espero encontrá-la também por aí. Muito obrigada por visitar o blog. bjs

Rejiane Gomes disse...

A moça de Brasilia sou eu,rsrs. Fui de lanterna porque corro devagar e ia ficar muito escuro,rsrsrs. Foi um Prazer correr em Sergipe, amei a empolgação das cidades e obrigada pela companhia no percurso, deu pra distrai do sofrimento. Abração. Rejiane Gomes- Brasilia
@REJIANEGOMES - (TWITTER)

Rejiane Gomes disse...

A moça de Brasilia sou eu,rsrs. Fui de lanterna porque corro devagar e ia ficar muito escuro,rsrsrs. Foi um Prazer correr em Sergipe, amei a empolgação das cidades e obrigada pela companhia no percurso, deu pra distrai do sofrimento. Abração.

Rejiane Gomes disse...

A moça de Brasilia sou eu,rsrs. Fui de lanterna porque corro devagar e ia ficar muito escuro,rsrsrs. Foi um Prazer correr em Sergipe, amei a empolgação das cidades e obrigada pela companhia no percurso, deu pra distrai do sofrimento. Abração.

Gisele disse...

Rejiane, fiquei tão feliz de você ter lembrado do nome do blog e ter me achado!!!!Que legal!!!FOi muito boa a sua companhia...também amei a empolgação do povo no trajeto e vamos ver se não perdemos o contato. Beijinhos endorfinados.

coraçãovalente disse...

Eu sou Renê Jerônimo "Coração Valente"! pra mim é uma das melhores corridas no Brasil, tanto pela acolhida das autoridades quanto pelos habitantes de Sergipe tenho motivos para está feliz com a prova pois as três provas q fiz fui ao pódio em 1ª lugar e ainda troféu e dinheiro estão agradeço ao meu Deus depois ao Evento... 1 detalhe é q pra receber o prêmio a luta é grande
até então espero a compreensão !!!

coraçãovalente disse...

Eu sou Renê Jerônimo "Coração Valente"! pra mim é uma das melhores corridas no Brasil, tanto pela acolhida das autoridades quanto pelos habitantes de Sergipe tenho motivos para está feliz com a prova pois as três provas q fiz fui ao pódio em 1ª lugar e ainda troféu e dinheiro estão agradeço ao meu Deus depois ao Evento... 1 detalhe é q pra receber o prêmio a luta é grande
até então espero a compreensão !!!